Professor Luiz Máximo ressaltou que o sistema facilitou o trabalho
 
  Grande São Luís | MA Quem somos | Fale conosco
 
 
ENVIAR POR E-MAIL
Escola estadual é referência no uso do Siaep

O Centro de Ensino Manoel Beckman, escola da rede estadual, localizada em São Luís, é referência na utilização do Sistema Integrado de Administração de Escolas Públicas (Siaep), desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) para a gestão de informações de todas as atividades básicas das unidades de ensino, via internet.

Desde o ano passado, todos os dados referentes à frequência dos alunos, notas e conteúdos das aulas são disponibilizados no sistema.

Atualmente os 955 alunos do centro de ensino acompanham seu desempenho escolar e controle de faltas pela internet, além disso, os conteúdos ministrados pelos professores estão disponíveis para que a coordenação pedagógica e a direção da escola possam acessar.

De forma sucinta, o sistema armazena informações inseridas pelos professores (conteúdo, frequência e notas) dos alunos matriculados previamente pela direção da escola; os supervisores acompanham as atividades dos professores e os pais dos alunos entram no sistema para verificar o conteúdo, a frequência e as notas. Além disso, diversos setores da Seduc acessam os relatórios gerenciais disponíveis no sistema.

O acesso ao sistema é feito de forma individual com controle de usuários por meio de login de acesso e senha. Cada indivíduo que acessa o sistema tem um perfil, como por exemplo: diretor, professor, aluno, etc. O perfil de cada usuário identifica o nível de acesso às informações necessárias.

A estudante da terceira série do Ensino Médio, Marina Batista, disse que a ferramenta desenvolvida pela Seduc é importante para que o aluno tenha acesso ao controle de faltas e às notas. “De casa, eu e meus pais podemos ver minhas faltas ao final de cada mês e a média ao fim de cada bimestre”, contou.

O professor de Inglês, Luiz Maximo Lima Costa, contou que o sistema substituiu o trabalho que antes era feito em 16 diários de classe. “Ganhei em economia de tempo e agilidade, afinal, não preciso mais andar com as 16 cadernetas, basta um laptop para inserir todas as informações no diário eletrônico”, apontou.

Além de laptop, o Siaep também pode ser acessado em outras tecnologias como tablet e aparelho celular com internet. É o caso do professor de matemática Ivanildo da Silva Motta, que utiliza o próprio telefone móvel para lançar as notas dos alunos. “Rapidamente lanço as notas, consulto conteúdo da aula e controlo as faltas dos meus alunos”, disse.

Iniciado, experimentalmente, no segundo semestre de 2009, em seis escolas na cidade de São Luís, o Siaep foi desenvolvido pela Seduc para ser a principal ferramenta utilizada para a gestão de informações de todas as atividades básicas nas unidades de ensino do estado, atendendo a necessidade dos diretores em organizar todo o funcionamento da escola.

Em 2011, a Seduc utilizou o Siaep para realização da matrícula online. Desde 2009, a secretaria vem realizando capacitações para o uso do sistema por gestores, professores e equipe técnica das escolas. A meta é implantar o sistema toda a rede estadual de ensino.

 
 
 
Páginas: Resultados: 1 to 0 de 0
Páginas:

1  2  3  >>  >>|  Resultados: 1 a 20 de 14559 Páginas