Grande São Luís | MA Quem somos | Fale conosco
 
 
ENVIAR POR E-MAIL
Polícia Civil desarticula quadrilha que planejava assaltos a caixas eletrônicos
O secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, apresentou, nesta segunda-feira (23), durante entrevista coletiva, mais uma quadrilha que estava planejando assaltos a caixas eletrônicos. Eles foram presos em operação deflagrada pela Polícia Civil no interior do Maranhão.

A ação foi desencadeada em conjunto pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI), a Secretaria-Adjunta de Inteligência da SSP, com o apoio da Polícia do Pará, e resultou na localização e prisão de Emanoel Pinheiro Oliveira, o ‘Júnior Benca’, 29 anos, natural de Santa Inês; Givanildo Gonçalves Lopes, conhecido por Paulo, 35 anos, também natural do Maranhão; Abiel Pereira Lima, 18 anos; e Carlos Alexandre Silva de Sousa, 20 anos, estes dois últimos naturais do Estado do Pará.

De acordo com levantamentos e interceptações policiais, os quatro bandidos pretendiam arrombar caixas eletrônicos nos municípios de Maranhãozinho, Maracaçumé, Nunes Freire, Santa Helena e Pinheiro. A ação ainda contou com o apoio da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) do Estado do Pará.

O secretário de Segurança, Aluísio Mendes, disse que essa quadrilha é responsável por várias ações violentas em todo o país. “Eles são acusados, entre outros tipos de crimes, de furtos a vários estabelecimentos comerciais no interior do Pará”, ressaltou o secretário.

“Com mais esse trabalho exitoso da nossa polícia, conseguimos evitar que esses bandidos cometessem novos crimes, tirando-os de circulação. As polícias continuarão atuando fortemente, identificando e prendendo esses elementos que, em sua maioria, são oriundos de outros estados e vem para o Maranhão com o intuito de fazer assaltos e roubos”, declarou Aluísio.

A polícia apreendeu várias armas em poder do bando, além de uma grande quantidade de materiais que seriam utilizados para detonar os caixas, como duas pistolas 765, dois revólveres calibre 38, uma escopeta calibre 12, quatro bananas de explosivos, duas espoletas explosivas, dois estopins para detonação, além de uma balança de precisão, três celulares, munição calibre 12, um pé de cabra, jóias e relógios.

A prisão ocorreu após equipes da SPCI receberem informações da DRCO da vinda de alguns suspeitos para praticarem uma série de assaltos em estabelecimentos bancários do interior do Maranhão. Com base nessas informações, a SPCI, a Seic e da Inteligência da SSP realizaram levantamentos e campanas nos municípios de Santa Luzia do Paruá, Maranhãozinho, Maracaçumé e Nunes Freire.

Os quatro integrantes da quadrilha foram presos em ações simultâneas. Segundo informou o coordenador da operação, o delegado André Gossain, Abiel e Carlos Alexandre foram presos em abordagens dentro de um ônibus quando estavam a caminho do Pará, no município de Nunes Freire. Já o Júnior Benca e o Givanildo foram presos em Santa Luzia do Paruá

O superintendente da Seic, Marcos Afonso Júnior, afirmou que eles serão autuados, em flagrante, por formação de quadrilha e porte ilegal de arma de fogo e de armamento explosivo.
 
 
 
Páginas: Resultados: 1 to 0 de 0
Páginas:

1  2  3  >>  >>|  Resultados: 1 a 20 de 14559 Páginas