São Luís | Maranhão
 
   


Pimentinha
 



Encontre-me em novo lar
Carnaval dos mamilões na terra das frutas
Um serviço bem feito. Inesquecível!
Um tcnah legal
Não, gente. Isso, nãoooooo!
O que Melancia faria com uma bicicleta na Fazenda?
Uma melancia sem muito caroço
Ainda repercute a Copa do Mundo
Adorei a sandalhinha
Uffa, estou de volta!
Morena engole loira
Cacau, que chocolate!
Duas tentações da Sexy
Maradona é só gordura e ruim de cama
Sacanagem no google
Barbara sem o teor etílico
A namorada do cara quase nua
Não tem quem não queira ser rubro-negro


Páginas: 1  Resultados: 1 a 18 de 18 Páginas

04/03/2010
Maradona é só gordura e ruim de cama



A argentina Analia Sarques, que seria o sonho de consumo de grande parte da população masculina, pretende escrever um livro sobre um relacionamento amoroso com alguém, de certa forma, surpreendente: o hoje gorducho Diego Armando Maradona.

Analia, 25 anos, quer chamar a atenção - não apenas com seus indiscutíveis atributos físicos, como os cabelos louros, pele queimada e marquinha de biquíni no corpo em forma, enfeitado pelas tatuagens de seis flores de pétalas vermelhas na região do abdôme, de um pássaro colorido na cintura e de um golfinho sobre um de seus seios fartos.

Com um português carregado de um sotaque castelhano, ela lembra que Maradona, o homem de vida e craque indiscutível dentro das quatro linhas de um campo de futebol, não tinha o mesmo desempenho entre quatro paredes.

"Sexualmente ele deixou a desejar", afirma a argentina, que, aparentemente, não se importava tanto com o tal aspecto. "Ele foi o grande amor da minha vida, me apaixonei completamente por ele e ainda não consegui esquecê-lo. Foi muito intenso", recorda Analia.

A modelo, que veio para o Brasil para tentar esquecer o amor, resiste para contar detalhes do livro sobre sua paixão por Maradona, que teria sido iniciada no final de 2008, em uma festa na capital Buenos Aires.

 
 
Páginas:
Resultados: 1 to 0 de 0