São Luís | Maranhão
 
   


José Raimundo
 



Já estamos no novo site
Os arremessos fecais da plebe
A Líbia Equinocial
Os pecadilhos de "Santo Alencar"
Os batráquios e o bípede
Os crioulos do samba doido
A grande patuscada carnavalesca
Castelo dança e o povo “dança” José Raimundo Gonçalves
Brasil 51: o país da cachaça
Castelo: o saudosista da Ditadura
Senil ou incapaz?
As enxurradas da egolatria genocida
A lavagem do futebol geriátrico
A desigualdade racial
O pote e o mel
Entre “paulistas” e “nordestinos”
Olé Mazembe!
José de Ribamar Sousa do Reis
Aérea Dilma
A isonomia churda


Páginas: 1  2  3  >>  >>|

  Resultados: 1 a 20 de 96 Páginas

26/02/2011
Castelo: o saudosista da Ditadura

”CASTELO VAI FAZER: Apoiar o trabalhador autônomo, feirantes, ambulantes e pequenos prestadores de serviços com a geração de trabalho e renda.”

Esta á a fiel reprodução de propagandado prefeito – infelizmente -Castelo, constante de centenas de milhares de folhetos distribuídos à população durante sua mais recente campanha eleitoral. Mentirosa, evidentemente, poderia, se estivéssemos num país de condições mais favoráveis para o exercício da justiça e da democracia, encaminhá-lo ao julgamento público para perda de mandato, por quebra de decoro e ludíbrio, ou seja, chantagem coletiva, para eleger-se. Pena que não estamos!

Para ilustrar, vamos aos fatos: na manhã do ultimo dia 18, sexta feira, os ambulantes estabelecidos no Terminal do São Cristóvão, quando trabalhavam do lado de fora, foram assaltados, literalmente, por uma tal de Blitz Urbana municipal, em verdadeira operação de guerra, com mais de seis viaturas e cinquentas guardas municipais armados, que, além de os agredirem, apoderarem-se à força das mercadorias, dividindo-as, talvez, como espólios da “guerra”.

Comandada por um neófito petulante, segundo este, estavam fazendo uma “desocupação do solo urbano”, como se os ambulantes fossem lixo, em operação de “conscientização”. Devemos lembrar ao comandante desse simulacro de SS nazista, que conscientização se faz com reuniões de adrede conhecimento, exposição de motivos e outras coisas civilizadas, que passam ao largo da sua servil obtusidade.

Ademais, a profilaxia dessa desocupação, melhores resultados teria se levada a efeito no La Ravardiére, nas Secretarias e Autarquias municipais, locais entulhados por apadrinhados e amadrinhadas, alheados ao que lá estão fazendo, além de rechearem os bolsos com o suor do povo e afrescarem-se no galerno dos gabinetes emplumados.

Pior, é que no meio do burburinho, das ameaças, das incertezas dos ambulantes, ainda apareceu um rotundo ajuntador de esterco real, dizendo-se representante de um PENduricalho de partido politico, “amadrinhado” por certa dama da corte, oferecendo ajuda em troca da adesão da classe, e apoio ao dorminhocoinstitor. A mordida e o sopro! PENse numa bandidagem politiqueira!... Vai mal!...

A titulo da ajuda, sugerimos que alguém diga ao Castelo (será que ele vai ouvir?) que os kadaffi, chavez, fidel e outros, são coisas do passado e estão em desgraça. Como do passado é a infame ditadura que lhe deu, graciosamente, quatro anos de mandato noGoverno do Estado. As eleições, serão no ano que vem, e, se quem bate não lembra, quem apanha não esquece!

AGORA VAI! O que e para onde, ninguém sabe, porque não viu e nem vai ver. Só que alguns, por suas atitudes cruéis e desumanas, irão para os caldeirões ardentes e sulforosos do satanás! Não importa rezas semanais, petitórios, promessas, abluções, hóstias e comunhões, além dos ostensivos óbolos, como faziam os fariseus criticados por Jesus, segundo os evangelhos dos apóstolos!

É que, perante a Justiça Divina, as árvores são aferidas pelos frutos, e os homens, por suas atitudes! Quem com ferro fere, com ferro será ferido!

E a DEUS, ninguém engana!...

 
 
Páginas:
Resultados: 1 to 0 de 0