São Luís | Maranhão
 
   


Bruno Alves
 



Casagrande retorna ao Cordino
Torcida maranhense se destacou na Copa do Brasil
Sampaio e Sport empatam sem gols
Iape garante dois meses de salário
Sampaio recebe o Sport e tenta quebrar tabu
Iape tenta, mas não segura o Atlético-MG
Sampaio com problemas no setor defensivo
Iape estreia na Copa do Brasil diante do Atlético-MG
Ataque do Sampaio indefinido para o jogo contra o Sport
Iape definido para a estreia na Copa do Brasil
Sampaio vai pra cima do Sport
A história do Sampaio em livro
Definida arbitragem para os jogos dos maranhenses na Copa do Brasil
Maranhenses balançam as redes na Copa do Brasil
Aos 21 anos, meia se aposenta no futebol maranhense
Vai começar a Copa do Brasil
Kléber Pereira quer encerrar a carreira no Atlético-PR
Jogadores e comissão técnica estão proibidos de dar entrevista no Iape
Elenco do Mac tem novidades para o Campeonato Maranhense
Sérgio Frota desiste de Kléber Pereira


Páginas: 1  2  3  >>  >>|

  Resultados: 1 a 20 de 646 Páginas

19/02/2011
A história do Sampaio em livro

Na próxima sexta-feira, 25, a história do futebol maranhense ganhará mais uma fonte pesquisa. O livro “Sampaio Correa, uma paixão dos maranhenses”, de autoria do pesquisador e professor de Educação Física, Hugo Saraiva, contará a história de 87 anos em 160 páginas. A obra será lançada em um evento na academia MK3.

Em um bate-bola com o Blog, o autor revela o caminho para concluir esta obra. Além disso, fala sobre as dificuldades encontradas e nos “surpreende” revelando ser um torcedor do Tricolor Boliviano.

Todo o esforço de Hugo Saraiva poderá ser conferido a partir poderá ser conferido a partir da próxima sexta-feira. A data por sinal não foi escolhida ao acaso, será um dia depois do duelo entre Sampaio e Sport pela Copa do Brasil.

Os interessados poderão adquirir o livro por apenas R$ 25,00. Ele estará a venda no dia do lançamento, e depois poderá ser encontrado nas bancas Lacerda, localizadas na Alemanha, Cohab e São Francisco.

Bruno Alves - Quem é Hugo Saraiva?
Hugo Saraiva - Sou professor de Educação Física, trabalho em algumas cidades do interior, como Urbano Santos e São Benedito do Rio Preto. Conclui o curso em 2010 e terminei a pós-graduação em 2011. Antes de ser um boliviano, sou um apaixonado pelo futebol maranhense, que acompanho desde 1995, quando morava em Pinheiro.

Bruno Alves - Como surgiu a idéia do livro?
Hugo Saraiva - Bom, o livro surgiu em 2008, quando comecei a pensar na minha monografia de conclusão do livro. Como via muitos temas batidos e até repetidos na Educação Física e não via nada relacionado ao futebol maranhense, em especial ao Sampaio , resolvi buscar toda a história do clube, visto que o tema futebol é um dos conteúdos da Educação Física

Bruno Alves - Quais foram as dificuldades encontradas para escrever o livro?
Hugo Saraiva - Várias. Primeiro, foi a falta de livros sobre o assunto. Livros que tratem sobre o futebol local. Na época, tinha apenas o livro do Dejard Martins (Esporte: um mergulho no tempo). Depois veio o livro do Claunísio Amorim (Terra, Grama e Paralelepípedos), mas nesse tempo eu já havia concluído o trabalho.
Também encontrei dificuldade no acervo público, devido à deterioração de jornais e falta de exemplares completos do inicio da década passada. Além, é claro, de um monte de informações desencontradas de pesquisadores e historiadores

Bruno Alves - Quanto tempo levou até a conclusão da obra?
Hugo Saraiva - Bom, do momento em que pensei até a apresentação da monografia, foram dois anos e meio.

Bruno Alves - Você revelou ser um torcedor do Sampaio, o que espera do time em 2011?
Hugo Saraiva - O time de 2011, apesar do pouco que vi e pelo menos no papel, parece ser melhor do que o do ano passado e do time de 2009. Espero sinceramente que o time faça o melhor no Brasileiro, porque a atual fase do nosso futebol aspira uma conquista dessa

Bruno Alves - Apesar de ser tricolor, podemos ter mais uma obra sua, mas com foco em outro time?
Hugo Saraiva - Tenho um significativo material sobre o Moto Clube. Como disse, antes de ser boliviano, sou um apaixonado torcedor do futebol maranhense. Na época do trabalho sobre o Sampaio , passei a reunir também algum material sobre o Moto e pensar, quem sabe, em fazer algo sobre o rubro-negro. Mas isso é um projeto pra mais tarde

Bruno Alves - Como um torcedor do futebol maranhense, o que pensa sobre a campanha "Nordestino de coração"?
Hugo Saraiva - Como o futebol maranhense atravessa um período de transição, essa campanha vem somente reafirmar aquilo tudo que a maioria dos torcedores que: valorizar o nosso futebol. Acho louvável essa campanha, sobretudo pelo fato de haver uma nova geração de torcedores que valorizam o nosso futebol. Cito dois casos aqui: o boliviano Lucas Leão, que inclusive foi um dos responsáveis pelo inicio efetivo da campanha e o torcedor Caio Leite.
Ambos têm, respectivamente, 14 e 16 anos, e são torcedores apaixonados e muito ativos, participam de todo tipo de campanha em prol do Sampaio Corrêa, Então essa campanha vem resgatar esses valores perdidos, principalmente entre essa faixa etária, e isso é muito importante pra revitalização do nosso esporte.

Bruno Alves - Para finalizar, qual a expectativa para o lançamento do livro?
Hugo Saraiva - Espero reunir torcedores e amigos nessa noite onde realizo um sonho, que é deixar registrado algo para o SCFC. Pode ser algo mínimo, mas essa é a minha parcela de contribuição por amor às cores da minha Bolívia.

 
 
Páginas:
Resultados: 1 to 0 de 0