São Luís | Maranhão
 
   


Glaucio Ericeira
 



TJ recebe denúncia contra prefeito “Mão de Ouro”
Câmara dará a palavra final sobre o “impasse dos suplentes”
Péssima notícia para Chiquinho Escórcio: Câmara continuará empossando suplentes das coligações
Pedófilos são mantidos reféns em Pinheiro
Deputados do PR divulgam nota de apoio ao governo Roseana
Eleitor que faltou aos três últimos pleitos pode ter título cancelado
Com mais de R$ 8 mi, Zé Vieira é o 24 º parlamentar mais rico de Brasília
TJ/Ma condena Natura e Bom Preço a indenizarem consumidores
Máfia em família: PF no encalço do prefeito Nenzim, de Barra do Corda
TCE desaprova contas de Dr. Miltinho, ex-prefeito de Barreirinhas
“A derrota não seria minha, seria do Ricardo”, afirmou José Mário
O assunto da vez, agora, é a eleição da FAMEM
EMA confirma o que o blog disse: Mesa Diretora apóia governo Roseana
Algumas reflexões sobre a eleição da Assembleia
“Serei o presidente de todos os deputados”, afirma Arnaldo Melo
Arnaldo Melo é o novo presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão
Deputados estaduais tomam posse. Eleição para Mesa Diretora acontece às 11h30
Os erros de Ricardo Murad
Casa Civil comandará processo de metropolização da Grande Ilha
Eleição na AL: Manoel Ribeiro quer disputar presidência com Murad


Páginas: 1  2  3  >>  >>|

  Resultados: 1 a 20 de 150 Páginas

03/02/2011
Máfia em família: PF no encalço do prefeito Nenzim, de Barra do Corda

                             

                           Prefeito de Barra do Corda e a sua esposa continuam foragidos

 

Delegados da Polícia Federal do Maranhão continuam no encalço do prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa (PV), o Nenzim, que, segundo as investigações da operação Astiages, deflagrada nesta manhã no município, seria o “cabeça” de um esquema de lavagem de dinheiro público (leia-se verbas federais) que sagrou os cofres da Prefeitura em cerca de R$ 50 milhões.


Além de Nenzim, que é pai do deputado estadual Rigo Teles, também do PV, são considerados foragidos pela polícia a primeira-dama da cidade, Francisca Teles de Sousa, e João Batista Magalhães, outro operador do esquema. Já foram presos Pedro Alberto Teles e Sandra Maria Teles de Sousa, filhos do prefeito; Inamar Araújo Medeiros e Janaína Maria Morena Simões de Sousa, genro e nora de Nenzim, respectivamente; além de Moacir Mariano Silva, Luís Marques de Sousa, Quintino Gomes da Silva,Gilson da Silva Oliveira e José Aucivan da Silva – estes últimos funcionavam como laranjas do esquema.


“Temos mandados de prisão, expedido pelo Tribunal Regional Federal, contra os três. Enquanto não cumprimos estes mandados iremos considerá-los como foragidos”, afirmou o delegado Cristiano Ícaro, que concedeu entrevista coletiva agora a pouco.


De acordo com o delegado federal, Nenzim, seus parentes e amigos desviavam recursos federais destinados á Prefeitura de Barra do Corda e os lavavam através da compra de bens materiais que eram colocados em nome de laranjas.


Só para se ter uma idéia, os agentes da PF apreenderam no município um avião e um helicóptero que teriam sido comprados com o dinheiro publico, mas que estão nos nomes de funcionários do prefeito totalmente desprovidos de condições financeiras para adquiri-los.


Também foram apreendidos relógios de marca, jóias, aparelhos eletrônicos, notebooks e seis caminhonetes. Todos estes bens, juntos, equivalem a uma quantia de cerca de R$ 5 milhões.




glaucioportela@yahoo.com.br

 
MARCIO - Gloriosa policia federal o que seria de nós pobres mortais se tu nao existisse.CADEIA NELES.

 
Páginas:
Resultados: 1 to 1 de 1